segunda-feira, 27 de outubro de 2008

...
Meu coração é um traço seco. Vertical, pós-moderno, coloridíssimo de neon, gravado em fundo preto. Puro artifício, definitivo.

Caio Fernando Abreu

Um comentário:

Susanna disse...

não sei não Alice... tudo bem, até pode haver algo 'definitivo' nesta vida... vá lá, eu não vivi tudo, e nem terei tempo de o fazer... mas o coração, certamente, e sem titubear, não é nada definitivo... ele é fugaz, oscilante, não circunscrito ao pequeno espaço que ocupa no nosso peito, indeciso, por vezes incoerente, fugidio, inconstante, e todos os demais adjetivos que possam dar-lhe o caráter de estar, e não de ser.