sábado, 17 de novembro de 2007

Me deu uma vontade de escrever..sobre o que? ainda não sei....eu e minha manias de palavras soltas no ar.. q nem eu entendo.. eh como se elas surgissem..saltassem..tivessem vida.. podem até sair de mim...mas não são minhas.. talvez não tenham dono.. palavras sem dono...talvez seja o que de mais...poético exista... outro dia a conversar com um novo amigo..sim , novo... pude compartilhar algo intenso.. conversávamos sobre essa mania..q as pessoas tem em ser "donas"... em "possuir" algo... ora bolas.. TER é tão vago...
Nunca conheci alguém que tenha tido algo.. Ter é não ter... agente..se ilude com esse verbo.. sim...nossas palavras...são um aglomerado de idéias que em algum momento da vida..ouvimos..sentimos... nada é verdadeiramente nosso.. tudo tem um pouco de todos
todos os meus textos.. são dos meus amigos... afinal muitas vezes me referi a eles..ou seja, são donos também.... nada é nosso e tudo é nosso... o que não posso é querer ter algo que não é meu.... nem meus textos sabem que são meus ..como eu..posso querer dominá-los...??
não... definitivamente Não... os livros não são meus.. as frases não são minhas...
os amigos...não são meus... as roupas não são minhas... os amores... não são meus...
as histórias não são minhas... nem de mim acho que sou dona... pois..muitas vezes me ví..em mutação.. sendo..o q antes..eu não seria.... os sapatos..não são meus.. as risadas não são minhas... o abraço não eh meu... a "piscadela" não eh minha..... mania..q agente tem de ser dono... de ter que ter algo.... mania de posse... o grande erro dos "amores" é essa obsessão... esquecendo de aproveitar... as entrelinhas... posse, posse, posse.... no fim....nada teremos... apenas a nós mesmos... não sei.. será que terei a mim? no grande dia? eh..eu gostaria.. mas como ter a garantia? melhor não ter.. melhor esperar para ver..
(a.s.a)



Um comentário:

florzinha disse...

Polifonia, intertextualidade...
Ótimo,ótimo,ótimo!!!
Dá-lhe meu ratinho de laboratório!!!
bj